Arquivo mensal: Dezembro 2009

Fórum Cimeira de Copenhaga

O Departamento de Ambiente e Protecção da Natureza da Fidestra, convida-vos a participar no Fórum Cimeira de Copenhaga.

Deixem as vossas opiniões sobre um tema que muito tem preocupado os cientistas, a opinião pública e tem ocupado os principais Lideres Mundias nas últimas semanas.

 

Cerca de 1700 cientistas britânicos subscreveram uma declaração comum reafirmando que as alterações climáticas são reais e causadas pelo homem.

A declaração foi preparada pelo MetOffice, a agência meteorológica do Reino Unido, e surge como uma reacção às acusações de manipulação de dados que se têm ouvido desde que foram divulgados emails da Universidade de East Anglia.

No texto da declaração, os cientistas dizem ter “a maior confiança nas evidências observadas do aquecimento global e na base científica para concluir que isto se deve primordialmente às actividades humanas”.

O texto diz que a ciência e as provas das alterações climáticas são “profundas e extensivas”, provendo de “décadas de investigação cuidadosa e meticulosa, por milhares de cientistas de todo o mundo, que aderem aos níveis mais elevados de integridade profissional”.

O documento corrobora as conclusões do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC), de que é “muito provavel” que o aumento na temperatura média da Terra na segunda metade do século XX se deva ao aumento da concentração de gases com efeito de estufa com origem nas actividades humanas.

Cientistas de mais de 100 instituições académicas britânicas assinaram a declaração. “Esta enorme resposta reafirma a nossa confiança na ciência e reforça o imediatismo do desafio e a natureza crítica das discussões em Copenhaga”, afirma o MetOffice, numa nota publicada no seu sítio na Internet.

Há cerca de um mês, emails retirados de um servidor da Universidade de East Anglia – uma das mais importantes na área das ciências climáticas – foram divulgados na Internet. O conteúdo de algumas mensagens trocadas entre climatologistas de renome mundial deu lugar a acusações de manipulação de dados e de obstrução de acesso a informação, solicitada por cépticos que não acreditam na tese da contribuição humana para as alterações climáticas.

A Universidade de East Anglia lançou uma investigação interna e o director do seu Centro de Investigação Climática, Phil Jones, afastou-se temporariamente do cargo.

in Público 10.12.2009

Agradecimentos Finais

 

Coube ao Dr. Fernando Moura e Silva as palavras finais de encerramento do Curso.

Num discurso marcante, o Presidente da Fidestra lembrou que os conhecimentos adquiridos durante o Curso serão ainda mais valorizados se aplicados.

Disse ainda que este é o segundo de mais Cursos que certamente se realizarão no âmbito do Diálogo Social Europeu, esperando que os formandos deste possam participar nos próximos. 

Entrega de Diplomas aos Formandos

 

Seguiu-se a entrega dos diplomas aos Formandos.

Na foto, uma das melhores alunas do Curso que obteve a aprovação de Muito Bom: Caterina Galante vinda de Itália.

Em breve colocaremos um video com a entrega dos diplomas a todos os formandos que obtiveram aprovação no Curso.

No decurso da próxima semana, estarão também disponíveis as fotos individuais nos links de cada um dos Formandos.

Base – Fut apoia publicamente o Curso

Chegou-nos recentemente uma comunicação de um Centro Parceiro da Fidestra e do EZA  – a Base  Fut – apoiando publicamente a realização do Curso. Deixamos as palavras do responsável da Base – Fut Ricardo Martins:

Boas tardes a todos,

Serve este singelo e-mail para agradecer a toda a equipa do EZA e da Fidestra (em especial aos seus elementos mais novos e não menos trabalhadores – Mariana e Nuno) a oportunidade de partilhar convosco a experiência impar de um curso para jovens dirigentes. Desde já as minhas desculpas por não me ter despedido convenientemente de todos.

Pelo que me foi dado a observar está, e terá estou certo, a cumprir com os ambiciosos objectivos propostos. Na linha da nova dinâmica implementada com a Conferência de Jovens do EZA realizada em Outubro passado e da criação da PYW – Plataforma de Jovens Trabalhadores, este curso (já na sua 2ª edição) claramente põe em relevo a importância que os jovens têm não só para o futuro mas igualmente para o presente.

Estou certo de que foi até ao fim uma experiência rica, dentro e fora da sala de trabalho pois as conversas tidas de copo na mão e fora de horas, e passe os mais que prováveis sorrisos surgidos entre os presentes, estas não deixam de ser essenciais para um cada vez maior intercâmbio e trabalho conjunto entre as diversas organizações presentes.

Para terminar deixo apenas uma boa continuação de trabalho, pois este não termina com o fim do curso.

Ricardo Martins

Prof. Fernando Brás de Mateus deixa as suas conclusões

Num cenário previdente e orientado para o futuro a FIDESTRA proporcionou-nos esta acção formativa muito vocacionada para estes jovens.

Antes de mais começo por manifestar a convicção de que este tipo de acções formativas, integradas num organismo deste tipo são fundamentais para o funcionamento das empresas que se encontram posicionadas em mais do que um país do espaço europeu.

Ao longo da próxima década estima-se que venha a aumentar o número de postos de trabalho.

A oferta de competências influencia a tendência para o aumento do nível de qualificação exigido.

Novas competências para Novos empregos: antecipar e adequar as necessidades do mercado de trabalho e as competências, à luz da crise actual, necessidade de reforçar o capital humano e a empregabilidade, aumentado o nível das competências, adequa-las melhor à natureza dos novos empregos que vão sendo criados.

Veja mais no Link do formando e aproveitamos para solicitar a cada um dos participantes as suas contribuições